Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Bento XVI receberá grupo de artistas itinerantes



Da Redação, com Rádio Vaticano


Arquivo
O Papa Bento XVI receberá o grupo de diversos artistas no sábado, 1º
Já começaram a chegar a Roma alguns dos 7 mil artistas circenses que vão participar de um encontro de dois dias para celebrar os 25 anos da Fundação Migrantes. Promovido pelo Pontifício Conselho para a Pastoral dos Migrantes e Itinerantes, o primeiro evento da programação será na tarde de sexta-feira, 30, na Basílica Vaticana.

Na noite de sexta-feira, 30, a célebre Praça do Povo será palco de um show de maestria destes artistas. No dia seguinte, farão uma caminhada até o Vaticano, onde serão recebidos pelo Papa Bento XVI às 11h.

Circenses, feirantes, artistas de rua, bandas musicais, imitadores, malabaristas, enfim, protagonistas do “espetáculo itinerante”, se reunirão na capital italiana para dar um testemunho dos valores que divulgam todos os dias pelo mundo afora, alimentados pela fé.

O Presidente do Pontifício Conselho da Pastoral para os Migrantes e Itinerantes, Cardeal Antonio Maria Vegliò, explicou que esta iniciativa nasceu do desejo destes artistas de renovarem seu entusiasmo, junto ao túmulo de São Pedro, e expressar sua fidelidade ao Papa. “Eles querem participar com mais vigor da missão da Igreja, e Bento XVI está feliz em recebê-los” – garante.

Estima-se que somente na Europa, existam de 600 a mil circos, e no mundo inteiro, milhões de trabalhadores do espetáculo itinerante, sejam circos ou parques de diversões, sejam viajantes ou sazonais. Dom Veglió recordou que justamente por ter um gênero ‘popular’, esta arte é parte integrante de nossas sociedades: é um patrimônio cultural.

Em entrevista ao kornal vaticano L’Osservatore Romano, o Cardeal ressaltou a audiência com o Papa: “um fato excepcional, histórico”, que confirma a atenção da Igreja, um sinal de respeito e apreço pelo valor social, cultural e artístico que esta realidade oferece à humanidade. “O encontro com Bento XVI será uma ocasião para estimular a pastoral em favor desta “grande família”; e uma prova de que a missão da Igreja realmente é para todos, sem distinções”.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro