Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Pastoral Vocacional e Novas Comunidades somam forças para a difusão do serviço de animação vocacional na Igreja no Brasil

encontro_pastoral_vocacional_reginaldo
Estão reunidos no 20º Encontro Nacional 
da Pastoral Vocacional, que acontece na sede das Pontifícias Obras Missionárias (POM) em Brasília, 23 coordenadores da Pastoral Vocacional (PV) dos Regionais da CNBB e representantes de Novas Comunidades pertencentes à Fraternidade Internacional.
O encontro, que teve início nesta segunda-feira, 4, e segue até amanhã, 6, tem por objetivo partilhar as experiências e o itinerário vocacional assumido pelos diversos grupos. Eles discutem formas para somar forças no serviço de animação vocacional na realização do mês vocacional (agosto) a partir do tema proposto para 2011, “Chamados à Vida plena em Cristo”.
Estão sendo retomadas as conclusões do 3º Congresso Vocacional do Brasil, celebrado em setembro de 2010, além das reflexões do Congresso Latino Americano de vocações celebrado em Cartago, Costa Rica, no início deste ano.
Ainda no encontro, os participantes conhecerão a Mensagem do Papa Bento XVI para o 48º Dia Mundial de Oração pelas Vocações, e indicarão ações que podem auxiliar no processo de divulgação e celebração em torno da mensagem do Papa.
padre_reginaldo_pv_savDe acordo com o assessor da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, padre Reginaldo de Lima, o encontro tem proporcionado a comunhão entre as novas comunidades e os animadores vocacionais dos Regionais. “Tem sido um momento forte de comunhão e de partilha das experiências vocacionais e eu vejo que o grande contributo deste encontro é fazer uma ponte entre os Regionais e as Novas Comunidades para que haja um trabalho em conjunto. Até então tivemos um trabalho isolado, mas é preciso somar forças em um trabalho em comum em vista da animação vocacional na Igreja no Brasil”.
tania_novas_comunidadesA representante da Comunidade Pantokrator, de Campinas (SP), Tânia Botelho de Andrade, também vê o encontro como espaço para a partilha e troca de experiências. “É muito rica a experiência entre comunidades e o diálogo com a Pastoral Vocacional nos enriquece e nos possibilita a oportunidade de comunhão com a Igreja, pois nós existimos para servi-la”. Ainda segundo Tânia, que faz pela primeira vez um contato com a Pastoral Vocacional, o diálogo com as Novas Comunidades e com a PV tem possibilitado o estreitamento de relações.  “Com o contato a gente passa a ter mais responsabilidade com a Igreja no Brasil e no mundo e também passamos a estreitar nossos laços de comunhão e responsabilidade”, disse.
padre_marcelo_pv_sav_regsul4Vindo de Blumenau (SC), o padre diocesano e representante da Pastoral Vocacional no Regional Sul 4 da CNBB (Santa Catarina), Marcelo Martendal, também vê  o diálogo entre Pastoral Vocacional e Novas Comunidades com bons olhos. “Neste encontro estamos percebendo a riqueza presente na Igreja e conhecendo essa nova realidade que é a manifestação de Deus nas mais diversas formas suscitando o aspecto vocacional e a diversidade de modos para segui-lo”, disse. O sacerdote acentuou que a diversidade de carismas tem possibilitado alcançar os principais objetivos da Igreja que são “o testemunho, o anúncio da mensagem e o encontro pessoal com Jesus Cristo”, completou.
josivaldo_anapolis_novas_comunidadesUm dos pontos do encontro que mais chamou a atenção do representante da Comunidade Católica Nova Aliança, de Anápolis (GO), Josivaldo Félix de Lima, é o foco missionário. “É um encontro que tem nos dado várias informações e orientações de como nós devemos atuar, caminhar e tem sido dado enfoque muito importante sobre a missão; a Igreja está nos chamando a sermos missionários”, destacou Josivaldo.

Postar um comentário

Planeta Brasileiro