Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Brasil: Arcebispo condena atentado em escola



Lusa
Rio de Janeiro, Brasil, 08 abr 2011 (Ecclesia) – O arcebispo do Rio de Janeiro, Orani João Tempesta, condenou o atentado que matou 10 crianças e feriu outras 18 numa escola da cidade, esta quinta-feira, afirmando que o ataque feriu “todos os cariocas”.
”O atentado a tiros contra alunos, alunas, funcionários e outras pessoas”, que resultou “em mortos e com a consequente morte do atirador, feriu não só aqueles que foram atingidos, mas também a todos os cariocas”.
Em nota publicada no site oficial da Conferência Nacional de Bispos do Brasil (CNBB), o responsável católico manifesta o seu repúdio pelo ato ocorrido na Escola Municipal Tasso da Silveira.
“Como pastor desta arquidiocese, lamento profundamente o acontecido, rezo e uno-me à dor de todos os que foram vitimados, pais, familiares e amigos”, escreve Orani João Tempesta.
O ataque foi perpetrado por um jovem de 23 anos, Wellington Menezes de Oliveira, ex-aluno da escola Municipal Tasso da Silveira, na zona oeste do Rio de Janeiro, que se viria a suicidar.
“Peço ao Senhor Jesus, neste tempo de Quaresma, que a todos conforte e envio também uma bênção especial, pedindo a Deus que tal fato não volte a acontecer em nossa cidade”, conclui o arcebispo do Rio de Janeiro.
Em Portugal, o presidente da República enviou uma mensagem à sua homóloga brasileira, manifestando “profunda consternação” diante do que classificou como “trágicos acontecimentos”.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro