Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

domingo, 9 de dezembro de 2012

Poderia aquela que traria ao mundo o Cordeiro sem mancha estar marcada pela mancha do pecado?


“A culpa onipresente
Não mancha a tua aurora
Venceste a vil serpente
Protege-nos agora!”
                                              

                        Hoje, 8 de dezembro a igreja se alegra pela Imaculada Conceição de Maria e esta alegria tem um sentido todo especial. Ao contrário do que muitas pessoas possam pensar erroneamente, não estamos adorando ou atribuindo méritos à Maria, nós hoje rejubilamos no Cristo que vence o pecado antes mesmo de vir ao mundo. Contemplamos a Grandeza de um Deus que traça seus mistérios naquilo que para nós é impossível.
                        “Alegra-te, cheia de graça!” (Lc 1, 28) A saudação do anjo à Virgem Maria é muito pertinente para nossa compreensão de tal festa. Na Galiléia existiam sem dúvida muitas mulheres, mas quis a Misericórdia Divina eleger, separar, preparar uma em especial para assumir tão grande missão. Ser preservada do pecado original não é um mérito da Virgem Maria, é antes Graça de Deus, traços do Eterno na vida de uma mulher que fora escolhida pra trazer ao mundo o Filho de Deus.
                        Maria é filha, esposa e mãe do cordeiro sem mancha! Razões humanas são insuficientes na compreensão desse mistério, mas Deus não está limitado às nossas razões. É bonito perceber que Deus faz maravilhas em favor de seu povo e assim o faz se usando da própria limitação humana, revelando seu esplendor. É bonito perceber que a matéria prima da obra de arte feita por Deus é o impossível. Deus trabalha naquilo que para nós é impossível. Ele atua no insondável e se revela no pequeno.
                        Olhemos para o decorrer da história de salvação! Estéreis deram à luz, sarça ardeu em chama sem se consumir, águas brotaram da pedra, mar se abriu, cegos enxergaram, enfermos foram curados, mortos foram ressuscitados. Não seria então preservada do pecado a mulher escolhida pra gestar, educar, formar, acalentar, aquele que veio pra vencer o pecado? Estaria sujeita ao jugo da serpente aquela mulher que fora escolhida para esmagar sua cabeça?
                        Oh virgem que creste! Tua fé te fez dar o sim ao desejo de Deus. Ajuda-nos pelos méritos de Cristo, nesse ano da fé, alcançarmos uma fé sólida e inabalável para que possamos cotidianamente ofertar nosso sim e contemplar que também por nós o Senhor faz maravilhas porque Santo é o seu nome!
Postar um comentário

Planeta Brasileiro