Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

sábado, 29 de dezembro de 2012

Amor: Faz parte do seu mundo. Isso é JMJ!


É Natal! Tempo em que as pessoas desejam tudo o que há de melhor umas as outras e planejam dias melhores para o futuro. Mas, acima de tudo, nesta data especial do nascimento de Cristo, os cristãos se recordam do amor de Deus por toda a humanidade. A Igreja lembra que Ele, que enviou seu Filho amado para habitar no meio de nós, convida todos a colocar em prática o amor ao próximo no dia a dia, começando pelas pequenas atitudes. E é esse amor que será vivido na Jornada Mundial da Juventude Rio2013 entre jovens de todos os cantos do mundo que estarão no Rio de Janeiro no próximo ano.
Desde agora, aqueles que estão trabalhando pela JMJ já sentem esse sentimento presente em suas vidas todos os dias, começando pelo próprio sentido do serviço pela Jornada. Segundo a polonesa Aleksandra Szymczak, que é voluntária da JMJ, quando ela começou a trabalhar pela Jornada foi que entendeu o sentido do amor. “Sempre achei que o amor é algo que acontece entre duas pessoas, entre um homem e uma mulher ou entre eu e minha mãe ou meu pai, algo que existe fora de uma pessoa. Quando entrei na JMJ, entendi que, na verdade, o amor verdadeiro é o amor de Deus, que você leva em si, que você deixa entrar no seu coração. Pela primeira vez na minha vida, sinto que estou cheia desse amor. E o que eu tenho tanto para dar para outras pessoas tenho certeza que é o amor de Deus”, destacou.
Para a voluntária Milene Guimarães, nesta caminhada rumo à JMJ, amor é, em primeiro lugar, doação. “O amor é estar se doando na JMJ por amor à Deus, por amor à obra e à missão e por amor à Igreja.  Neste sentido, rumo ao ano da Jornada, mais do que nunca o amor é serviço. Estamos todos neste ritmo de amor. Por amar a Deus, estamos nos doando para a Igreja”, disse.
O diretor da WebTV Redentor, WebTV da Arquidiocese do Rio, Nestor Rangel, que também trabalha no Comitê Organizador Local da JMJ Rio2013, acredita que, para que o amor seja completo, é preciso se doar. É preciso que todos os dias nos amemos. O princípio de começar a amar o próximo é vendo nele o Cristo e ter com ele paciência, caridade, acolhendo-o na necessidade”, ressaltou.
De acordo com Mônica Bandeira, da equipe da Dream Factory, a JMJ será a presença do amor entre as pessoas. “A Jornada é apaixonante porque, num mundo tão conturbado, as pessoas vão dedicar seis dias para vir a um lugar para rezar e ficar junto. É uma necessidade de amor que as pessoas estão precisando. Elas estão querendo uma aproximação maior. A gente diz que o mundo está globalizado. Mas, você fala com seu amigo pelo Facebook e é capaz de ficar sem vê-lo durante um ano. Então, a JMJ é uma forma de unir as pessoas”, afirmou.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro