Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Arcebispo de Olinda e Recife preside missa no Quartel do Derby



Na noite desta segunda-feira (24) várias famílias estiveram reunidas na frente do Quartel do Derby para acompanhar a realização da tradicional Missa do Galo. A 60ª edição da celebração abriu a programação com o Coral do Real Hospital Português. Em seguida, se apresentaram o Corpo Musical da Polícia Militar e o Coral do Colégio Militar.

O arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido, que preside a Missa do Galo há quatro anos, abriu o ritual cristão convidando os presentes a celebrar a vigília de Natal. "Nesta noite tão bela e tão bonita vamos viver o Natal de Jesus numa só alegria", afirmou. De acordo com a organização o quantitativo de espectadores superou sete mil pessoas.

"Há mais de 10 anos que participo. Para mim já virou tradição antes de jantar com a minha família passar antes na Missa do Galo", contou a sargento da Polícia Militar, Rosângela Verçosa.

Há diversas explicações para o por que desta celebração ser chamada de Missa do Galo. Há os que acreditam que o nome vem porque antes a celebração acontecia a partir de meia-noite e entrava pela madruga, horário que o galo cantava. Já há outra linha que referencia o nome a uma passagem bíblica na hora do primeiro canto do galo, mencionado por Jesus na traição de Pedro, descrito nos evangelhos de Mateus e Marcos.

A Missa do Galo começou a ser celebrada em meados dos anos 300 da era Cristã. A partir desta data, o nascimento de Jesus Cristo começou a ser comemorado no dia 25 de dezembro. Em Roma, a celebração acontece desde o século V, na Basílica de Santa Maria Maior. O galo passou a simbolizar vigilância, fidelidade e testemunho cristão. Por isto, no século IX a ave foi parar no campanário de algumas igrejas.

Fonte: Folha PE
Postar um comentário

Planeta Brasileiro