Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Presidência da CNBB declara aberta oficialmente a 49ª Assembleia Geral da CNBB


49ag_aberturaPrecisamente às 9h20 da manhã, no Centro de Convenções Padre Vitor Coelho de Almeida, em Aparecida (SP), o presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Geraldo Lyrio Rocha, abriu solenemente a 49ª Assembleia Geral da CNBB, que acontece de 4 a 13 de maio, e reúne ao todo 456 pessoas.
Em seu pronunciamento de abertura, dom Geraldo Lyrio agradeceu à Companhia de Jesus por ter recebido a CNBB, em Itaici, desde a 14ª Assembleia Geral, em 1974, até a 47ª, em 2009. “No casarão da Vila Kostka, os Jesuítas sempre nos acolheram com espírito eclesial e nos serviram com dedicação e amor”. Além disso, dom Geraldo destacou como “acertada” a decisão de mudar para Aparecida. “Acertada foi a decisão de virmos nos reunir aos pés da Padroeira do Brasil. Acolhidos sob seu manto materno, experimentaremos o fervor dos romeiros que acorrem ao Santuário Nacional, e aqui poderemos vivenciar experiência semelhante à dos Apóstolos que, com Maria, mãe de Jesus, estavam reunidos no cenáculo de Jerusalém aguardando a vinda do Paráclito”.
Dom Geraldo, ao final, invocou a Santíssima Trindade e “implorando a intercessão da Mãe Aparecida”, declarou aberta a 49ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.
Após as palavras do presidente da CNBB, o prefeito de Aparecida, Antônio Márcio de Siqueira, saudou a todos presentes, em nome de todos os cidadãos de Aparecida, e afirmou que a cidade está “honrada e feliz com a presença dos bispos do Brasil”.
O reitor do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, padre Darci José Nicioli, fez uma apresentação das futuras instalações para as próximas Assembleias da CNBB. Segundo o padre, uma área de 180 mil metros quadrados, chamada de “Cidade dos Romeiro”, foi adquirida e estão sendo construídas as novas instalações para as futuras assembleias. “Para esta assembleia (2011) foram feitas algumas modificações no Centro de Convenções Padre Vitor Coelho de Almeida. Já para 2012 os senhores terão acomodações mais específicas e mais confortáveis”. Segundo o padre Nicioli, a “Cidade dos Romeiros” está definitivamente pronta no ano de 2017.
O cardeal e arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno Assis, em nome da arquidiocese e do Santuário Nacional agradeceu a presença dos bispos e de todos os colaboradores, e disse se lembrar da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho, que aconteceu em Aparecida, em 2007, que contou com a presença do papa Bento XVI. “Eu sinto o clima aqui favorável, como senti com 5ª Conferência. Sei que teremos uma assembleia memorável”, disse.
O núncio apostólico no Brasil, dom Lorenzo Baldisseri, encerrou a cerimônia de abertura. Ele agradeceu o convite feito pela Presidência da CNBB em participar da Assembleia, e em sua fala, o núncio apostólico agradeceu ao “anfitrião” dom Damasceno por toda hospitalidade e acolhida. Além disso, dom Lorenzo invocou a proteção de Nossa Senhora Aparecida “para que os trabalhos que visam o bem da Igreja corram bem para os próximos quatro anos”, fazendo uma lembrança desta assembleia que é eletiva.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro