Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Dia mundial de oração por Bento XVI, um ano após sua renúncia

Convocação nas redes sociais para o dia 28 de fevereiro, unindo-se ao horário espiritual do papa emérito
renúncia bento xviUm dia de oração com e por Bento XVI em 28 de fevereiro, quando se comemora o primeiro aniversário da conclusão do seu pontificado: esta é a proposta do blog La Vigna del Signore, para recordar o papa emérito.
“Será um dia de intensa oração por Bento XVI, marcado segundo o horário (aproximado) e as orações rezadas diariamente por ele – lê-se na descrição do evento no Facebook. Cada um pode adaptar o esquema de acordo com suas necessidades e possibilidades.”
Os organizadores prepararão um folheto (download gratuito) com os textos de todas as orações do dia, junto a uma oração especial do terço, com meditações sobre cada mistério, usando textos do magistério de Bento XVI.
Às 20h – hora exata em que, em 2013, seu pontificado foi concluído –, convida-se a rezar a oração do “Te Deum”, como ação de graças pelo dom de Bento XVI.
O Dia de Oração por Bento XVI começará com a Missa, às 7h, e mia hora mais tarde incluirá a recitação das Laudes, o Ofício de Leituras e Hora Intermédia.
Ao meio-dia, Bento XVI reza diariamente o Ângelus e a hora intermédia; às 15h, o terço e a Hora Intermédia; entre as 18h e 19h, as Vésperas; e às 22h30, as Completas.
No dia 14 de fevereiro, Bento XVI afirmou: “Embora agora me retire, na oração continuo sempre unido a todos vós e tenho a certeza de que também vós estareis unidos a mim, apesar de permanecer oculto para o mundo”.
“O Senhor chama-me a ‘subir ao monte’, a dedicar-me ainda mais à oração e à meditação. Mas isto não significa abandonar a Igreja, aliás, se Deus me pede isto é precisamente para que eu possa continuar a servi-la com a mesma dedicação e com o mesmo amor com que procurei fazê-lo até agora, mas de uma forma mais adequada à minha idade e às minhas forças”, disse em 24 de fevereiro de 2013.
“Quero ainda, com o meu coração, o meu amor, com a minha oração, a minha reflexão, com todas as minhas forças interiores, trabalhar para o bem comum, o bem da Igreja e da humanidade”, foram suas últimas palavras como papa.
— —
Te Deum
A vós, ó Deus, louvamos,
a vós, Senhor, cantamos.
A vós, eterno Pai,
adora toda a terra.

A vós cantam os anjos,
os céus e seus poderes:
Sois Santo, Santo,
Santo, Senhor, Deus do universo!

Proclamam céus e terra
a vossa imensa glória.
A vós celebra o coro
glorioso dos Apóstolos.

Vos louva dos Profetas
a nobre multidão
e o luminoso exército
dos vossos santos mártires.

A vós por toda a terra
proclama a Santa Igreja,
ó Pai onipotente,
de imensa majestade.

E adora juntamente
o vosso Filho Único,
Deus vivo e verdadeiro,
e ao vosso Santo Espírito.

Ó Cristo, Rei da glória,
do Pai eterno Filho,
nascestes duma Virgem,
a fim de nos salvar.

Sofrendo vós a morte,
da morte triunfastes,
abrindo aos que têm fé
dos céus o reino eterno.

Sentastes à direita
de Deus, do Pai na glória.
Nós cremos que de novo
vireis como juiz.

Portanto, vos pedimos:
salvai os vossos servos,
que vós, Senhor, remistes
com sangue precioso.

Fazei-nos ser contados,
Senhor, vos suplicamos,
em meio a vossos santos
na vossa eterna glória.

Salvai o vosso povo.
Senhor, abençoai-o.
Regei-nos e guardai-nos
até a vida eterna.

Senhor, em cada dia,
fiéis, vos bendizemos,
louvamos vosso nome
agora e pelos séculos.

Dignai-vos, neste dia,
guardar-nos do pecado.
Senhor, tende piedade
de nós, que a vós clamamos.

Que desça sobre nós,
Senhor, a vossa graça,
porque em vós pusemos
a nossa confiança.

Fazei que eu, para sempre,
não seja envergonhado:
Em vós, Senhor, confio,
sois vós minha esperança!


Postar um comentário

Planeta Brasileiro