Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Membros do Comitê Local da JMJ Rio 2013 se encontram em Roma para reuniões com autoridades do Vaticano


pplogojmjUma comitiva de membros do Comitê Organizador Local (COL) da JMJ Rio 2013, liderada pelo seu presidente e arcebispo do Rio dom Orani João Tempesta, chegou a Roma no último dia 9 e de janeiro e regressará ao Brasil no dia 25. A programação envolve reuniões e entrevistas, entre outras atividades, com temas ligados à liturgia, comunicação, segurança e a todos os atos celebrativos que envolvem o Papa e um encontro o Cardeal Rylko, presidente do Pontifício Conselho para os Leigos.
Integram a comitiva: monsenhor Joel Portella Amado, secretário-executivo; dom Paulo Cezar, vice-presidente do COL; dom Antônio Augusto Dias Duarte, vice-presidente do COL; padre Márcio Queiroz, diretor do Setor de Comunicação; padre Leandro Lenim, diretor do Setor de Preparação Pastoral; padre Arnaldo Rodrigues, diretor do Setor de Preparação Pastoral; padre Renato Martins, diretor do Setor de Atos Centrais; Gustavo Ribeiro, gerente do Setor de Atos Culturais.
Segundo a assesoria de imprensa da Jornada à ACI Digital, a ida do COL a Roma tem como objetivo definir toda a programação da JMJ, as atividades em que o Papa Bento XVI estará presente. O que for decidido nessas reuniões será a decisão final.
Diariamente são feitas reuniões do Comitê interno para reunir os materiais que serão apresentados. Também acontecem reuniões com Pontifício Conselho para os Leigos (PCL) e com as esferas públicas. Em tais encontros, se discute temas ligados à liturgia, comunicação, segurança, atos que envolvem o Papa e toda organização. Também haverá uma reunião com o cardeal Stanislaw Rylko, presidente do PCL, para apresentar como está a organização da JMJ. Espera-se que membros do PCL venham ao Rio antes da JMJ.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro