Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Amor incondicional por jovens é essência da pedagogia de Dom Bosco


Jéssica Marçal
Da Redação


Divulgação/Assessoria Unisal
Padre Eduardo Capucho Gonçalves destacou a vida e obra de Dom Bosco como um incondicional amor pelos jovens
Um dos santos que mais se doou para a juventude. Esse é São João Bosco, mais conhecido como Dom Bosco, santo celebrado pela Igreja nesta quinta-feira, 31. Com sua proximidade aos jovens e um jeito peculiar de evangelizá-los, o carisma desse santo italiano continua atual, mesmo 125 anos após sua morte.

Fundador da Congregação Salesiana, Dom Bosco exerceu ao longo de toda a sua vida um trabalho evangelizador que teve como foco de atenção os jovens. Os métodos utilizados mostraram-se eficazes e chamavam a atenção pela simplicidade.

O gerente do Centro Universitário Salesiano (UNISAL) de Lorena (SP), padre Eduardo Capucho Gonçalves, explicou que os documentos não foram a melhor forma encontrada por Dom Bosco para manifestar essa proximidade com a juventude.

Segundo o padre, quando perguntado sobre a origem do sucesso da evangelização com os jovens, o santo sempre respondia com um convite: uma visita ao oratório, lugar onde, na época, jovens abandonados podiam morar, trabalhar e rezar. Diante de realizações como esta, padre Eduardo destacou a vida e obra de Dom Bosco como um “incondicional amor pelos jovens”.

“No fundo é muito a ideia da acolhida; ele conseguia acolher muito os alunos. Nós falamos também da intencionalidade, que era ajudar o jovem a encontrar-se com ele mesmo e com Deus. Ele valorizava muito essa ideia da acolhida, de um ambiente sadio, de conversas ou influências sadias. No fundo, ele gostava muito de constituir um ambiente saudável”, disse.

Outro grande destaque da obra evangelizadora de Dom Bosco é a pedagogia preventiva, que consiste em prevenir os males sem lesar a liberdade da pessoa. Embora seja secular, padre Eduardo acredita que tal pedagogia continua eficiente na educação dos jovens. Ele acredita que, mesmo que a juventude dos tempos atuais tenha características próprias, as necessidades das pessoas não mudaram.

“As pessoas precisam de coisas parecidas, na época dele ou na nossa época. Na nossa época, as pessoas precisam se sentir seguras, valorizadas e amadas e o sistema preventivo garante um pouco isso”.

O carisma salesiano

Sobre a principal marca do carisma de Dom Bosco, padre Eduardo enfatizou que o sistema preventivo utilizado é mais que uma metodologia , mas sim uma espiritualidade que os salesianos vivem.

O sacerdote explicou que, de uma forma ou de outra, todos os grupos da família salesiana pretendem viver uma parcela, uma característica do sistema preventivo. Assim sendo, qualquer grupo dessa família vai ter um dom, uma visão e uma graça especial sobre o modo em que vai se manifestar na vida da Igreja.

“Eu acredito que a vivência do carisma, independente do grupo em que a pessoa está, sempre vai ser pautada no sentido de vida que a pessoa vai encontrar junto aos jovens ou junto àqueles que precisam”.

Por fim, padre Eduardo destacou que o carisma salesiano é sempre uma resposta às necessidades do tempo presente.  “Então se um grupo da família salesiana que se inspira em Dom Bosco vê uma necessidade do mundo atual que precisa ser respondida, mesmo que Dom Bosco não a tenha vivido, isso, sem dúvida, é também do carisma salesiano”.

Atualmente, a missão salesiana está por todos os cantos do mundo, colaborando e contribuindo com a educação básica, profissionalizante, lazer, entretenimento, alimentação, moradia e evangelização de crianças e jovens.  Entre os numerosos membros da família salesiana, está a Comunidade Canção Nova, cujo fundador, Monsenhor Jonas Abib, é um sacerdote salesiano. A Comunidade foi admitida oficialmente na Família Salesiana em 21 de janeiro de 2009, durante a reunião do Conselho Geral dos Salesianos, em Roma.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro