Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Media: Igreja precisa de «missionários digitais»


Agência ECCLESIA | Cón. João Aguiar
Lisboa, 24 jan 2013 (Ecclesia) – O diretor do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais (SNCS) da Igreja elogiou Bento XVI pela sua atenção ao mundo dos novos media e diz que o Papa espera “missionários” católicos nestes espaços virtuais.
“São necessários missionários digitais, não apenas apaixonados pela tecnologia e ao serviço, mas capazes de colocar alma na internet”, refere o cónego João Aguiar, em entrevista à edição de hoje do semanário digital ECCLESIA.
O responsável destaca a insistência, no ensinamento do Papa, para um “uso da internet não apenas como um meio de evangelização mas como um ambiente onde o homem hoje vive, que muda também a sua forma de expressão”.
“Há um novo homem e mulher. Não estamos a falar de técnicas e de instrumentos mas de uma realidade antropológica sobre a qual precisaremos de meditar”, explica.
Bento XVI publicou hoje a sua mensagem para o 47.º Dia Mundial das Comunicações Sociais, dedicada ao tema ‘Redes Sociais: portais de Verdade e de Fé, novos espaços de evangelização’.
O texto do Papa refere que “o ambiente digital não é um mundo paralelo ou puramente virtual mas faz parte da realidade quotidiana de muitas pessoas”.
Neste sentido, para o cónego João Aguiar, a Igreja tem de saber “o que quer dizer à sociedade” num tempo em que tudo parece estar à distância de um clique.
“Se fizermos uma procura com a palavra Deus não podemos esquecer que a fé é o encontro pessoal com Jesus Cristo e não uma coisa que aparece no ecrã do computador”, ilustra.
O diretor do SNCS lembra que a atenção do Papa a estas questões vem já de anos anteriores, a começar por 2009, quando escolhe para tema do Dia Mundial das Comunicações Sociais “Novas tecnologias, novas relações. Promover uma cultura de respeito, de diálogo, de amizade”.
Em 2010, o Papa propôs “O sacerdote e a pastoral no mundo digital: os novos media ao serviço da Palavra” e em 2011centrou-se “Verdade, anúncio e autenticidade de vida, na era digital”; no ano de 2012, o tema foi “Silêncio e Palavra: caminho de evangelização”.
O cónego João Aguiar diz que a atenção de Bento XVI deve levar a que, na ação da Igreja Católica em Portugal, a comunicação ocupe “um espaço essencial, não como uma pastoral à parte, mas estando presente em todas as pastorais”.
LS/OC
Postar um comentário

Planeta Brasileiro