Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

"Não é o ter que conta, mas o ser que conta", diz Papa




No fim da tarde da quarta-feira, 15, o Papa Bento XVI encontrou-se com os seminaristas do Seminário Maior de Roma por ocasião da Festa de Nossa Senhora da Confiança. O momento começou com uma adoração ao Santíssimo Sacramento que contou com a presença do Pontífice.

Em seguida, foi feita a Lectio Divina, a leitura orante da Palavra de Deus, com o trecho da carta de São Paulo aos Romanos na qual o apóstolo diz que o cristão não pode "conformar-se com este mundo". A partir das palavras de São Paulo, Bento XVI transcorreu o discurso falando sobre os males que escravizam o homem.
"O mundo das finanças não representa mais um instrumento para favorecer o bem estar, para favorecer a vida do homem, mas se torna um poder que o oprime, que é adorado, uma divindade falsa que domina o homem. Contra este conformismo da submissão a este poder, sejamos não conformados: não é o ter que contar, mas o ser que conta", disse.
Ao falar sobre a mídia, ele falou da preocupação com a difusão da informação, que muitas vezes não faz uma interpretação real daquilo que foi dito ou escrito. Diante desta realidade, o Papa também fez uma orientação para que o cristão não se submeta ao "não conformismo".
"O não conformismo do cristão nos redime, nos restitui na verdade. E rezamos ao Senhor para que nos ajude a sermos homens livres neste não conformismo que não está contra o mundo, mas é um verdadeiro amor ao mundo", enfatizou.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro