Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

terça-feira, 27 de março de 2012

Papa: Deus respeita a liberdade humana e tem necessidade dela



Site oficial da visita apostólica de Bento XVI a Cuba
Bento XVI celebra sua primeira Missa em Cuba

Papa Bento XVI celebrou nesta segunda-feira, 26, em Santiago de Cuba, a Missa pelos 400 anos da devoção à Virgen de la Caridad del Cobre, na Praça Antonio Maceo, a qual contou com a presença do presidente do país, Raúl Castro. Esse foi o segundo compromisso de Bento XVI em Cuba, após a Cerimônia de Boas-Vindas no aeroporto de Santiago, Cuba, ocorrida hoje.No primeiro dia de visita apostólica ao país, o Santo Padre chegou de papamóvel ao local e foi acolhido pelo povo ao som da música "Bem-vindo Santo Padre". Minutos antes da celebração, os cubanos gritavam: "Bento, amigo, Cuba está contigo".
No início da celebração, o arcebispo de Santiago, Dom Dionísio García Ibáñez fez um discurso de boas-vindas ao Pontífice.
A homilia
Diante de 250 mil pessoas, neste dia no qual também se celebra a Solenidade da Anunciação do Senhor , Bento XVI iniciou sua homilia dizendo que a visita era muito desejada por ele. Referindo-se à liberdade humana, o Santo Padre também explicou como Deus age diante da liberdade que é conferida a cada homem.
"É comovente ver como Deus não só respeita a liberdade humana, mas parece ter necessidade dela. E vemos também como o início da existência terrena do Filho de Deus está marcado por um duplo «sim» à vontade salvífica do Pai: o de Cristo e o de Maria", disse.
Acesse.: NA ÍNTEGRA: Homilia de Bento XVI - Missa pelos 400º aniversário de devoção da Virgen de la Caridad del Cobre - 26/03/12.: Confira programação da viagem do Papa a Cuba e ao México.: Todas as matérias sobre a visita do Papa a CubaEle também acrescentou que quando Deus deixa de ser algo fundamental, o homem sente-se deslocado no mundo.
"Pelo contrário, quando Deus é posto de lado, o mundo transforma-se num lugar inospitaleiro para o homem, frustrando ao mesmo tempo a verdadeira vocação da criação que é ser o espaço para a aliança, para o «sim» do amor entre Deus e a humanidade que Lhe responde", destacou.
A partir do exemplo de Nossa Senhora, o Pontífice convidou cada fiel a seguir o exemplo de Maria que aderiu totalmente à vontade de Deus e anunciou, com sua vida, a novidade do Senhor."Vale a pena, amados irmãos, dedicar toda a vida a Cristo, crescer cada dia na sua amizade e sentir-se chamado a anunciar a beleza e a bondade da própria vida a todos os homens, nossos irmãos. Encorajo-vos na vossa tarefa de semear no mundo a palavra de Deus e oferecer a todos o verdadeiro alimento que é o corpo de Cristo", salientou.
Homenagem à Virgen de la Caridad del CobreAo final da celebração, Bento XVI ofereceu uma rosa de ouro à imagem da Virgen de la Caridad del Cobre. Trata-se de um gesto tradicional dos papas que serve para homenagear o título de Nossa Senhora venerado no país que recebe a visita do Pontífice.


Fonte: CN
Postar um comentário

Planeta Brasileiro