Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Bento XVI reconhece virtudes heróicas de padre brasileiro



Arquivo
Brasileiro de Campanha, Minas Gerais, Padre Francisco de Paula Victor, morreu na cidade de Três Pontas, em 1905
Bento XVI recebeu, na manhã desta quinta-feira, 10, em audiência privada, o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos. Durante a audiência, o Papa autorizou a promulgação de diversos decretos de milagres e de virtudes heróicas, entre eles. o do Servo de Deus Francisco de Paula Victor, padre brasileiro de Campanha, Minas Gerais.

Padre Victor de Campanha, como é conhecido, nasceu em 12 de abril de 1827 e morreu na cidade de Três Pontas (MG), em 1905.

Além dessa promulgação, no decreto, o Santo Padre estendeu a toda Igreja o culto litúrgico em honra à Santa Ildegarda di Bingen, inscrevendo-a no catálogo dos Santos. Santa Ildegarda era monja da Ordem de São Bento, nasceu em Bermershein, na Alemanha, em 1089 e morreu em Rupertsberg, Alemanha, em 17 de setembro de 1179.

Foram reconhecidos também os milagres atribuídos à intercessão dos veneráveis Servos de Deus Tommaso da Olera (conhecido como Tommaso Acerbis) e Maria Troncatti; e ainda o martírio dos Servos de Deus Federico Bachstein e 13 companheiros da Ordem dos Frades Menores, Raimondo Castaño González e Giuseppe Maria González Solís, Giacomo Puig Mirosa e 18 companheiros da Congregação das Filhos da Sagrada Família de Jesus, dos leigos Maria, Giuseppe e Sebastiano Llorens Telarroja e do italiano Odoardo Focherini.

O Papa reconheceu também as virtudes heróicas dos Servos de Deus Federico Ireneo Baraga, Pasquale Uva, Baldassarre Emanuele Pardal Vidal, Giacomo Sevin, Maria Giuseppa do Santíssimo Sacramento, Miriam Teresa Demjanovich, Emilia Engel, Rachele Ambrosini, Maria Bolognesi e Felice Francesco Giuseppe. 

Fonte: CN
Postar um comentário

Planeta Brasileiro