Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

domingo, 14 de julho de 2013

Após visita ao RJ, Cardeal Rylko avalia preparativos para a JMJ

Da Redação, com Rádio Vaticano


Arquivo
Cardeal Stanisław Ryłko é o Presidente do Pontifício Conselho para os Leigos, promotor das JMJ.
O Presidente do Pontifício Conselho para os Leigos, Cardeal Stanisław Ryłko, voltou a Roma na última quinta-feira, 11, depois de visitar o Rio de Janeiro, onde celebrou Missa e inaugurou a Exposição, intitulada: “A herança do sagrado: obras-primas do Vaticano e de museus da Itália”. O objetivo da sua viagem foi avaliar os últimos preparativos da JMJ Rio2013, que iniciará daqui a alguns dias, com a presença do Papa Francisco.

Após a visita ao Brasil, Dom Rylko afirmou ter encontrado um “clima de grande expectativa”. “No Brasil, mas, sobretudo, no RJ, se respira realmente um clima de grande expectativa para a JMJ. Em todas as JMJ, nos surpreende sempre o clima de alegria e esperança, que reina na Igreja local, mas também no mundo juvenil. No Brasil, naturalmente, é grande a expectativa também por esta primeira visita do Papa Francisco, de origem latino-americana”, relatou.

O cardeal presidente do Pontifício Conselho para os Leigos destacou ainda a generosidade e a criatividade dos que estão engajados na preparação do “megaevento”. Dom Rylko afirmou ter certeza de que tudo estará pronto para o início da Jornada.

“Faltam poucos dias para o início oficial da JMJ/Rio2013. É fácil imaginar com quanto afinco se está trabalhando na cidade carioca, para oferecer uma acolhida digna ao Santo Padre e aos jovens do mundo. O Comitê Organizador Local, junto com centenas de voluntários, estão ultimando os trabalhos, sobretudo onde os jovens se encontrarão: Copacabana e Guaratiba”, disse.

Sobre as expectativas do Papa Francisco para a JMJ, o cardeal enfatizou a missão do Santo Padre junto aos jovens especialmente durante o evento. “Nestes primeiros meses de Pontificado, Papa Francisco demonstrou que os jovens constituem uma das suas prioridades. Ele demonstrou também uma grande capacidade de diálogo com a juventude. Em diversas ocasiões, notamos o carinho que os jovens têm para com o Papa e o ouvem com prazer. A JMJ Rio2013 será uma ocasião propícia para o Papa semear o Evangelho, ajudar os jovens a encontrar Cristo e, sobretudo, a desafiá-los a não terem medo de olhar para o alto!”, opinou.

Enfim, o Cardeal Ryłko recordou o lema da JMJ deste ano: “Ide e fazei discípulos entre todos os povos”, e assegurou que o Santo Padre, certamente, vai incentivar os jovens, do mundo inteiro, a sair de si e a levar Cristo às extremas periferias das cidades, de seus países e do mundo. 
Postar um comentário

Planeta Brasileiro