Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Núncio Apostólico no Brasil se pronuncia sobre renúncia papal


André Alves
Da Redação


Arquivo
Dom Giovanni d'Aniello, Núncio Apostólico no Brasil
Roma e o Vaticano pareciam ter hoje uma atmosfera adversa, mediante a apresentação da renúncia do Papa Bento XVI à Cátedra de Pedro, ocorrido na última segunda-feira, 11, durante um encontro com cardeais, na Santa Sé. Apesar da chuva, registra-se um grande movimento de peregrinos e jornalistas diante da Praça de São Pedro.
Acesse:
.: Todas as notícias sobre a renúncia de Bento XVI

No Brasil, o Núncio Apostólico, ou seja, o representante do Papa em terras brasileiras, Dom Giovanni d'Aniello, falou oficialmente, como a nunciatura apostólica brasileira recebeu a notícia sobre a renúncia de Bento XVI.
No pronunciamento, feito durante entrevista ao Canção Nova Notícias, na tarde desta terça-feira, 12, Dom Giovanni disse ter recebido o anúncio com surpresa, conforme aconteceu com todo o mundo. Expressou ainda gratidão pelos anos em que Bento XVI exerceu o ministério petrino na Igreja, caracterizado, segundo ele, por uma alta espiritualidade, profundo a amor à Igreja,  intensa reflexão teológica doutrinal e uma sincera busca pela unidade.
Para Dom Giovanni, a renúncia de Bento XVI foi muito surpreendente principalmente pela reação a nível internacional, o que mostrou o carinho de todo o mundo pelo Pontífice. “Unamo-nos a essa surpresa e rezemos todos pelo Santo Padre”, disse.

Leia o pronunciamento na íntegra
A Nunciatura Apostólica, como todo mundo, recebeu com surpresa a notícia da renúncia do Santo Padre Bento XVI à Sé de Pedro, anunciada durante um Consistório para três canonizações, no dia 11 do mês corrente.
Nós convidamos a todos a acompanhar em oração a decisão do Santo Padre, tomada depois de ter examinado, repetidamente, sua consciência diante de Deus e perfeitamente consciente da importância da decisão para  vida da Igreja. A nunciatura apostólica se uni à Igreja no Brasil para expressar sua profunda gratidão pelo ministério petrino, desenvolvido pelo Santo Padre Bento XVI, durante os anos do seu pontificado, caracterizado por uma alta espiritualidade e profundo amor pela Igreja; uma profunda reflexão teológica doutrinal e uma sincera busca da unidade, tendo entre as suas preocupações a caminhada da humanidade, rumo ao encontro com Cristo – Caminho, Verdade e Vida.
À assistência do Espírito Santo e à intercessão de Nossa Senhora Aparecida, confiamos este momento particular da Igreja, certos que Deus Pai continuará a guiá-la nos seus passos.
Dom Giovanni d'Aniello
Núncio Apostólico no Brasil
Postar um comentário

Planeta Brasileiro