Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

TIRE SUAS DÚVIDAS A RESPEITO DA JMJ RIO 2013


A preparação para a JMJ 2013 está a todo vapor. O lema deste grande evento da juventude de toda a Igreja Católica, na cidade do Rio de Janeiro (RJ), será “Ide e fazei discípulos de todos os povos”.

Entrevista com Rocélia Santos e Diácono Arnaldo Rodrigues
Entrevista com Rocélia Santos e diácono Arnaldo Rodrigues
Neste último final de semana, dias 3 e 4 de dezembro, representantes da organização da JMJ estiveram em Cachoeira Paulista (SP), na sede da Comunidade Canção Nova, e deram uma entrevista exclusiva para o Destrave.
Diácono Arnaldo Rodrigues, da arquidiocese fluminense, nos falou sobre a escolha do hino da JMJ, já que os jovens estão curiosos para saber a esse respeito: “Já estamos recebendo inúmeras inscrições, não só do Brasil como de outros países. Qualquer jovem pode participar sendo músico ou não, afinal, não podemos deter o Espírito Santo, porque Ele sopra onde quer.”
É importante ressaltar que existem critérios que precisam ser observados para a composição do hino: “A base é o lema da Jornada Mundial da Juventude, lembrando o que dizia o Beato João Paulo II, quando ressaltou a beleza da arquitetura divina em junção com a arquitetura humana. Esse hino deve mostrar o rosto dos jovens que têm essa espiritualidade”, complementou o diácono.
Perguntamos se o hino comporta os vários estilos, inclusive o samba, já que o “Hino da Cruz”revelou-nos a possibilidade de acoplar ritmos musicais. O entrevistado nos respondeu: “Temos uma característica muito particular no Brasil e na cidade do Rio de Janeiro de forma especial, e há sim esta abertura, porém, é preciso que a juventude se identifique com a música e que ela expresse bem a jornada. Quem não se lembra de ‘Emannuel’? Estamos rezando muito para que seja, de fato, uma inspiração, mas não somente a beleza”.
O Destrave lembra que tanto o hino da JMJ como o logotipo terão de ser aprovados pelo Pontifício Conselho para os Leigos.
A estimativa para apresentação do hino é no Pentecostes de 2012. A comissão deseja fazer este lançamento com uma grande festa por todo o mundo. Os intérpretes ainda não foram escolhidos, mas já se trabalha para que esta escolha aconteça o mais breve possível.
Rocélia Santos, membro da Comunidade Shalom, faz parte da comissão de assessoria de imprensa da Jornada Mundial da Juventude e nos faz alguns esclarecimentos sobre o trabalho realizado à frente das mídias católicas e seculares: “Temos como objetivo ser um canal entre o comitê e o público, temos de ver tudo o que está sendo realizado nesta preparação para a JMJ 2013. Alimentamos o site oficial diariamente e tudo o que as pessoas querem saber está lá em primeira mão. A Jornada é um evento mundial de grande porte e desperta o interesse também de outras mídias com programação não religiosa. Isso propaga ainda mais a Jornada.”
Entrevista com Sidney Timbó e Ricardo Pantoja
Entrevista com Sidney Timbó e Ricardo Pantoja
Os jornalistas e profissionais ligados à comunicação social podem entrar em contato com a assessoria de imprensa da JMJ pelo endereço eletrônico: comunic@rio2013.com ou pelo telefone (21) 2549 – 6730.
Sidney Timbó faz parte do comitê para o voluntariado, umas das fortes expressões presentes na última JMJ em Madri, e explica: “É preciso analisar a vida pastoral desses jovens que vêm até nós interessados por este ‘serviço’, afinal esse grupo recebe o peregrino e é a cara da Igreja para os que chegam. Vamos fazer todo um trabalho de formação com eles para suprir as suas necessidades pastorais e espirituais. Todos os voluntários serão preparados para este grande evento. Também vamos recorrer à indicação das paróquias e dioceses onde estes jovens atuam.”
Perguntamos se os jovens que se dispuserem à JMJ terão suas despesas pagas. Timbó nos explica que o voluntário ‘Stafe’,  por doar um tempo maior para o trabalho durante os dias da Jornada e dedicar-se quase que em tempo integral a ela, recebe hospedagem e alimentação básica. Neste serviço, pede-se que a diocese ajude também. Mas estamos em busca de patrocinadores, por isso quem quiser se unir a nós é só nos procurar; será muito bem-vindo.
Para o trabalho voluntário espera-se uma média de 60 mil jovens. As inscrições já estão abertas. A organização recebe, em média, 150 e-mails por dia, inclusive de jovens do exterior. O e-mail para quem quiser saber mais informações é volunt@rio2013.com.
Sobre o logo da JMJ, Ricardo Pantoja, que já está vivendo a experiência de voluntariado, disse-nos que foi uma média de 200 logos que chegaram até a organização: “Fizemos todo o trabalho de escolha da marca, uma seleção foi feita e apenas dois foram enviados ao Vaticano. Agora, estamos na expectativa da resposta final”.
Timbó deixa uma mensagem a todos os jovens brasileiros: “Em 2013, vamos receber o Vigário de Cristo, o Santo Padre. A presença dele vem representar a figura de Jesus no meio de nós. Por isso, o rastro de espiritualidade será deixado como herança. Um rastro de uma nova humanidade, como diz Santa Tereza de Ávila: ‘Quanto mais eu rezo, mais humano eu me torno!‘ Esse convite é para todos.”
Postar um comentário

Planeta Brasileiro