Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Vaticano proíbe aplicativo para confissão por meio de iPhone


Aplicativo para confissões

O Vaticano proibiu que fiéis baixem um programa criado em parceria com a Igreja Católica dos EUA com a intenção de ajudar pessoas a "recuperar" a fé. O aplicativo, lançado recentemente, vinha despertando polêmica entre os católicos. 

Apesar do sucesso e da repercussão do Confession: A Roman Catholic, o Vaticano ressaltou que, para a confissão, a presença do padre é imprescindível. 

"É essencial entender que este rito demanda um diálogo entre penitente e o padre, e isso não pode ser substituído por um aplicativo de computador", explicou Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano. 

A rejeição do Vaticano ao aplicativo causou estranheza na Igreja Católica norte-americana, segundo informa o portal Yahoo!, uma vez que o objetivo não era substituir o ritual, mas aproximar os fiéis de suas congregações.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro