Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Sete mil cartas da Irmã Lúcia recolhidas e lidas pela Santa Sé



Bispo de Coimbra, D. Albino Cleto, referiu ontem que a Santa Sé já recolheu e leu sete mil cartas da autoria da Irmã Lúcia que permitirão ajudar ao desenvolvimento do seu processo de beatificação. A revelação aconteceu no final da eucaristia realizada no Carmelo de Santa Teresa e que serviu para celebrar o 6.º aniversário da morte da Irmã Lúcia.
Perante uma igreja repleta de fiéis, o prelado reconheceu que os processos preparatórios de beatificação “são muito lentos”, mas salientou o trabalho já efetuado e que permitiu a “recolha de milhares de cartas que ela escreveu”. Missivas em que, como lembrou, “não há revelação de qualquer situação sigilosa”, mas onde é possível saber que a irmã Lúcia se mantém “fiel à doutrina edificante nos conselhos que dá”.
Feito este trabalho, D. Albino Cleto referiu que, dentro de poucos dias, algumas pessoas irão ouvir “depoimentos sobre a Irmã Lúcia” de forma a que seja feito um relatório com o Vaticano como destinatário.
Esse documento será mais um elemento para ajudar à decisão da Santa Sé no que diz respeito à sua beatificação. Processo esse que teve início há três anos e que resultou de um pedido formulado pelo atual bispo de Coimbra ao Vaticano e que contou com o acordo do Papa Bento XVI. Uma situação de exceção no seio da Igreja Católica e que só sucedeu com Madre Teresa de Calcutá e com João Paulo 
Postar um comentário

Planeta Brasileiro