Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Site propõe o sorteio de um padroeiro para 2014


Site americano possui um aplicativo que sorteia para cada pessoa, um santo padroeiro para o novo ano
Um novo ano se aproxima e com ele novos desafios, sonhos e resoluções. Como inspiração para atingir as metas e trilhar 2014 junto com Jesus, o site “Diário de Conversão” (Conversion Diary) propõe uma ajuda extra, com a intercessão de um santo patrono.
Existem 300 nomes de santos em um banco de dados que sorteia para cada pessoa de forma aleatória um padroeiro. Quando sorteado, cada um possui uma pequena biografia, além da Ladainha de Todos os Santos.
De acordo com a dona do site, a americana Jenifer Fulwiler, a ideia de ter um santo padroeiro durante o ano é uma forma de conhecer pessoas que deram a vida por Cristo e muitas vezes ainda não são conhecidos no cotidiano. “Essa uma ótima maneira de descobrir a história fascinante de um povo santo, que você talvez ainda não esteja familiarizado”, destaca.
Para obter seu próprio patrono nesse ano, acesse o site http://www.conversiondiary.com/.
Sobre os Santos
No último 2 de novembro, Dia de Todos os Santos, o papa Francisco destacou que “santos não são super-homens, nem nasceram perfeitos. São como nós, como cada um de nós, são pessoas que antes de chegar à glória viveram uma vida normal, com alegrias e tristezas, lutas e esperanças. Mas o que foi que mudou as suas vidas? Quando conheceram o amor de Deus, seguiram-no com todo o coração, sem condições e hipocrisias; consumiram as suas vidas no serviço dos outros, suportaram sofrimentos e adversidades sem odiar e respondendo o mal com o bem, difundindo alegria e paz”.
Ele também afirmou que a santidade não é um privilégio de poucos, como se alguém tivesse recebido uma grande herança. “Todos nós no Batismo temos a herança de poder tornar-nos santos. A santidade é uma vocação de todos. Todos, portanto, somos chamados a percorrer o caminho da santidade, e este caminho tem um nome, um rosto: o rosto de Jesus Cristo. Ele nos ensina a sermos santos”, defendeu o pontífice.
Por Maria Amélia Saad
Postar um comentário

Planeta Brasileiro