Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Santa Sé reafirma acordo com a ONU para fim do tráfico de drogas



Arquivo
Com a reafirmação à Convenção da ONU contra o tráfico de drogas, a Santa Sé pretende dar apoio na promoção de valores de justiça e paz
A Santa Sé, agindo em nome do Estado da Cidade do Vaticano, ratificou, na quarta-feira, 25, a Convenção das Nações Unidas contra o Tráfico Ilícito de Narcóticos e Substâncias Psicotrópicas, de 20 de dezembro de 1988, a qual havia assinado nesta data. Além disso, aderiu à Convenção Internacional para a Repressão do Financiamento ao Terrorismo, de 9 de dezembro de 1999, e à Convenção das Nações Unidas contra o Crime Organizado Transnacional, de 15 de novembro de 2000.

Na quarta-feira, o Observador Permanente da Santa Sé junto às Nações Unidas, Arcebispo Francis Assisi Chullikat, depositou o instrumento de ratificação da Convenção sobre o Tráfico junto ao Secretário Geral da Organização, na sede em Nova York. Na mesma ocasião, depositou também os instrumentos de adesão às outras duas Convenções.

A Secretaria de Estado do Vaticano afirmou que a Santa Sé pretende, com esse gesto, contribuir com o suporte moral às Convenções e, ao mesmo tempo, reforçar o empenho na promoção dos valores da solidariedade, da justiça e da paz entre as pessoas e os povo, para proteger e reforçar o Estado de Direito e os Direitos Humanos.

A Santa Sé ainda reforça que os instrumentos da cooperação penal e judiciária, como os previstos pelas duas Convenções, desenvolvem um papel importante para a tutela eficaz contra as atividades criminais que violam a dignidade humana e a paz.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro