Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

"Confiança não é infantilidade cega", escreve Bento XVI a jovens



Montagem sobre fotos / Divulgação
Berlim sediou encontro promovido por Taizé. Mundo precisa de ''pessoas vigilantes para que fermento da esperança não sufoque'', escreve Papa
Comunidade de Taizé promoveu a 34ª edição do Encontro Europeu de Jovens entre os dias 28 de dezembro de 2011 e 1º de janeiro de 2012. Cerca de 30 mil jovens de todo o continente e de várias partes do mundo reuniram-se em Berlim, capital alemã.

O Papa Bento XVI enviou uma mensagem de apoio ao encontro, desejando que o evento conduzisse os jovens às fontes da alegria. "Confiança não é infantilidade cega", destacou.

O Pontífice salientou que 
a confiança liberta da escravidão do medo e torna os jovens mais perspicazes e disponíveis para responder aos numerosos desafios e dificuldades que os homens e as mulheres de hoje devem enfrentar.

"Esses precisam de pessoas vigilantes para que o fermento da esperança não sufoque. Sede vigilantes e acolhei a confiança que Cristo tem em vós, ao dirigir-vos este apelo. Perante a pobreza e as injustiças, numerosos jovens deixam-se ganhar pela revolta, pelo desespero ou mesmo pela violência. Eles precisam de vós, da paz que encontrais na vossa fé".

A mensagem destaca que o Papa esteve unido em oração aos jovens e encoraja-os a abrir caminhos de confiança em todo o mundo.

"O Santo Padre expressa-vos a alegria que terá em vos acolher no próximo ano para o trigésimo quinto Encontro Europeu da vossa Peregrinação de Confiança através da Terra. Roma vai acolher-vos calorosamente! De todo o coração, o Santo Padre concede a Bênção apostólica aos irmãos de Taizé, aos jovens que participam no encontro de Berlim e aos pastores e fiéis que os acolhem", finaliza o texto.

A 35ª edição do Encontro será em Roma, de 28 de dezembro de 2012 a 2 de janeiro de 2013. "Será uma oportunidade para os jovens irem em peregrinação junto ao túmulo dos Apóstolos e às catacumbas e vai dar-lhes a possibilidade de rezar com o Papa na Basílica de São Pedro. Durante o Encontro, depois das manhãs nas paróquias, os jovens vão reunir-se para o almoço no local simbólico que é o 'Circo Massimo' e rezar a seguir nas basílicas e nas grandes igrejas do centro da cidade", indica um comunicado de Taizé.


Encontro Europeu de Jovens


Nesta 34ª edição, a cidade de Berlim, capital da Alemanha, é a que acolhe o Encontro Europeu de Jovens, em resposta a um convite das Igrejas Católica e Protestante e da Câmara Municipal de Berlim. Anteriormente, o Encontro já passou por Paris, Varsóvia, Londres, Lisboa, Roma, Budapeste, Genebra, Barcelona, Bruxelas, Poznan, Roterdã, entre outras.

Durante cinco dias, a capital alemã foi a plataforma europeia da juventude e o símbolo de uma Europa unida. "Este Encontro de Berlim surge numa altura em que a Europa ressente a necessidade de um novo fôlego e quando muitas pessoas se questionam sobre os fundamentos e limites da solidariedade europeia. Em Berlim, o irmão Alois, prior de Taizé, lançou aos jovens um apelo para irem às fontes da fé e simultaneamente procurarem como ultrapassar dispersões e divisões na Igreja e nas sociedades", destaca um comunicado da Comunidade.

O programa do Encontro foi centrado em três orações quotidianas: pela manhã, nas cerca de 150 paróquias de acolhimento; à tarde e à noite, nos grandes pavilhões do Parque de Exposições de Berlim. Durante a oração de cada noite, o Irmão Alois fez uma breve meditação. Os jovens, acolhidos por famílias de toda a região, dedicaram as manhãs ao encontro com cristãos das paróquias e à descoberta de sinais de esperança nos seus bairros. Às tardes, participaram de workshops sobre as fontes da fé e compromissos ao serviço dos outros. Foram propostos vários temas espirituais, sociais, políticos, econômicos e artísticos.

No contexto de projeto de ajuda humanitária com a Coreia do Norte, os jovens foramconvidados a levar material médico de primeira necessidade e medicamentos, que serão enviados a hospitais e centros de saúde de regiões rurais daquele país.

O irmão Roger, fundador da Comunidade de Taizé, lançou a "Peregrinação de Confiança através da Terra" há mais de 30 anos para estimular os jovens a serem portadores de paz, confiança e reconciliação nos locais onde vivem. Ele pôde deslocar-se a Berlim Leste em 1986, três anos antes da queda do muro de Berlim, para um encontro que reuniu 6.000 jovens da Alemanha do Leste. Naquela época, foi preciso obter uma licença das autoridades comunistas da Alemanha do Leste para celebrar uma oração simultaneamente na catedral católica e em uma grande igreja protestante da cidade. Essa licença tinha sido dada com a condição de que não houvessem participantes do Ocidente. Essa época pertence agora ao passado e Berlim é, hoje, o símbolo do processo de reunificação alemã e europeia.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro