Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Padre deixa Brasil e visita Síria para ajudar vítimas dos conflitos



Padre George Rateb Massis, no Brasil há oito anos, atualmente é pároco da Igreja Sagrado Coração de Jesus dos Siríacos Católicos
Enquanto milhares de pessoas deixam a Síria por causa dos conflitos que afligem o país, há algumas que se sentem motivadas a visitar a região e dar seu apoio material e espiritual às vítimas.

É o caso do padre George Rateb Massis, que nasceu na Síria, lá foi ordenado sacerdote, deixou sua família, sua terra e veio em missão para o Brasil, onde está há oito anos e atualmente é pároco da Igreja Sagrado Coração de Jesus dos Siríacos Católicos, em Belo Horizonte (MG). 

Acesse
.: Bento XVI faz novo apelo pelo fim da violência na Síria
.: Arquidiocese de BH realiza Campanha em prol da Síria

O sacerdote partiu para a Síria nesse domingo, 29, e deve permanecer no país por um mês, com uma significativa motivação: "Minha visita à minha terra Síria é para que seja um presente diante da situação do meu país, e para entrar em comunhão com minha família, amigos, padres, bispos, o povo sírio em geral, sejam eles cristãos ou muçulmanos, porque na Síria somos todos sírios debaixo do sol da Síria".

Em entrevista ao noticias.cancaonova.com, Padre George conta que leva toda preocupação dos imigrantes, dos árabes sírios que moram no Brasil e pretende ver uma imagem verdadeira da situação, pois, segundo ele, as notícias que chegam do país muitas vezes são exageradas e não transmitem a pura verdade.

Muitas pessoas da Síria perderam suas casas e estão alojadas em escolas e igrejas. É o caso da aldeia de padre George, onde a situação está tranquila, mas como está localizada nas proximidades de Homs, cidade com os maiores conflitos, está acolhendo os refugiados.

A Arquidiocese de Belo Horizonte lançou uma campanha em prol da Síria, por tempo indeterminado, para ajudar as pessoas que estão nesses lugares de maior conflito. Padre George já levou a coleta das Missas do domingo, 22, que foram doadas pela arquidiocese para o povo sírio. "Nós estamos levando umas ajudas para eles realmente se sustentarem com algum tipo de alimento e remédio".

O sacerdote agradece toda a generosidade dos brasileiros e o zelo pelos irmãos da Síria, e afirmou que "espera que esse gesto fraterno traduza um grande amor entre os brasileiros e o povo sírio".
Postar um comentário

Planeta Brasileiro