Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

sábado, 21 de julho de 2012

'Agora permanecem os verdadeiros católicos', diz arcebispo sobre Censo



"Superou nossas expectativas", disse Dom Luiz Soares Vieira sobre a procissão (Foto: Marcos Dantas / G1 AM)
O arcebispo de Manaus, Dom Luiz Soares Vieira, disse não concordar que a Igreja Católica esteja perdendo fiéis, mas contando com os cristãos que seguem a religião de forma autêntica sem ser levados pela tradição de ser católico. “Vejo essa migração de forma positiva porque está saindo quem ia para a igreja só por ir“, disse o representante dos católicos no Amazonas. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o número de evangélicos amazonenses aumentou 10% na última década.
Segundo Dom Luiz, a redução dos católicos observada pelo Censo Demógráfico não está relacionada a falhas no método de evangelização, mas a uma nova mentalidade no campo religioso que atinge todo o Brasil. “O nosso catolicismo era cultural e hoje as pessoas não ligam mais tanto para a tradição religiosa da família e se sentem mais livres para escolher a própria religião. O que nos resta são os católicos ‘pra valer’ e esse é o verdadeiro católico. O problema é quando uma pessoa se torna evangélica e depois fica passando de uma para outra igreja evangélica, pois eu já encontrei pessoas que estão na oitava igreja”, detalhou.
Sobre a situação, o arcebispo de Manaus explicou a importância dos fiéis se mostrarem entusiasmados em ser de Cristo, e que a igreja não vai se utilizar de técnicas de prosperidade. “O que não podemos fazer é usar técnicas da prosperidade, que é o que se vê em muitos lugares, nem fazer sectarismo que é muito triste”.
O envolvimento de padres com crimes de pedofilia também não desestrutura Dom Luiz que chamou a sociedade de hipócrita. “Quando se sabe de um padre envolvido com esse tipo de crime é um escândalo nacional e mundial. Aqui em Manaus, o que há de pedofilia é alarmante entre outras igrejas, civis e militares. O que ocorre é que temos uma sociedade hipócrita que vive procurando escândalos na Igreja Católica. O número de padres envolvidos com pedofilia não chega nem a 1%, e acusar todos os sacerdotes disso é injusto”. A autoridade católica no Amazonas também informou que, quando um caso de pedofilia é descoberto, a Igreja age imediatamente, e de forma radical, para suspender o sacerdote. “Doentes têm em todo lugar”, ressaltou.
Sobre o relacionamento com os fiéis evangélicos, o líder católico disse que trata-se de uma união complexa. “Na campanha S.O.S. Ribeirinhos, organizada pela Cáritas, tivemos bastante apoio dos Mórmons. Nós tentamos, mas é complicado, porque as outras igrejas são profundamente anticatólicas e atacam nossa igreja e nossos fiéis. O que penso é que temos que fazer parcerias e caminhar em um só rumo”, afimou.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro