Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Cristãos do Iraque aguardam com alegria visita do Papa ao Líbano

O Papa Bento XVI estará em viagem apostólica no Líbano de 14 a 16 de setembro
Falta pouco mais de um mês para a Viagem Apostólica do Papa Bento XVI ao Líbano, programada para se realizar entre os dias 14 e 16 de setembro próximo. A visita tem como finalidade primária a publicação e a entrega da Exortação Apostólica pós-Sinodal para o Oriente Médio. 

Diante deste fato, a visita do Papa é muito esperada não somente no Líbano, mas em todas as comunidades cristãs da região. O bispo auxiliar de Bagdá, Dom Shelmon Warduni, contou como a Igreja no Iraque olha para esta viagem. 

“Apesar de todas as dificuldades que existem e das circunstâncias preocupantes neste momento no Oriente Médio, também a Igreja iraquiana aguarda com grande esperança a visita do Santo Padre ao Líbano. É a visita de um pai que ama os seus filhos, que sentem a sua preocupação por eles, em todos os lugares e circunstâncias”, disse o bispo, que também afirmou que os fiéis do Iraque aguardam com amor e esperança a Exortação Apostólica.

E a visita do Papa ao Líbano será também uma oportunidadede encontro com a comunidade muçulmana. Quanto a isso, Dom Warduni lembrou que o Sínodo para o Oriente Médio já havia falado sobre esse diálogo entre cristãos e muçulmanos. 

“Todos nós vivemos no mesmo lugar: aqui crescemos juntos, vivemos juntos e especialmente nós – testemunhas do Evangelho – procuramos sempre estar ao lado dos nossos irmãos, procurando fazer entender que a religião deve aproximar as pessoas, deve fazer compreender que o Espírito de Deus está presente em todos os lugares”.

Por fim, o bispo também falou sobre o significado da viagem para os cristãos do Iraque. “Como nos pede a Exortação, devemos amar a nossa terra; devemos nos ‘agarrar’ à nossa fé, à nossa Igreja. Esta é a hora da esperança, grande e forte, para que todos retornem às suas casas: ali encontrarão verdadeiramente a sua felicidade. Esperamos que todos possam viver em paz e segurança!”, finalizou.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro