Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

domingo, 9 de junho de 2013

O frade capuchinho perfeito



 Quando quis apresentar o “frade perfeito” ou o “franciscano modelo”, S. Francisco disse que eras preciso juntar num só as melhores qualidades de cada um dos seus companheiros, a saber: a fé de frei Bernardo, a simplicidade e a pureza de frei Leão, a afabilidade de frei Ângelo, a presença distinta e o bom senso de frei Masseu, a perfeitíssima contemplação de frei Gil, a actividade constante e virtuosa de frei Rufino, a paciência de frei Junípero, o vigor corporal e espiritual de frei João dos Louvores, a caridade de frei Rogério e a inquietação de frei Lucílio (ver Espelho de Perfeição, 85).
Tal como na lista das bem-aventuranças, no rol dos santos e beatos Capuchinhos há irmãos que brilharam pela oração, pela caridade, pela solidariedade com os pobres e as causas da paz e da justiça, pelo ardor apostólico e missionário, pelo ensino da Sagrada Escritura, pela devoção à Virgem Maria… Houve analfabetos como S. Félix de Cantalício (o 1º de todos) e doutores como S. Lourenço de Brindes; uns foram ministros-gerais da Ordem, outros foram porteiros, esmoleiros, cozinheiros, hortelãos e sapateiros; uns dedicaram-se ao apostolado do confessionário e morreram de morte natural no convento, como o padre Leopoldo e o padre Pio; outros viveram entre povos inóspitos, e foram martirizados.
Em Outubro de 1983, João Paulo II comentou: «Dizem que vós, os Capuchinhos, sois pobres. Não é verdade; sois riquíssimos: vós tendes os santos.» Nesta página apresentamos-lhe a nossa maior riqueza, também ao alcance da sua bolsa… espiritual!


Postar um comentário

Planeta Brasileiro