Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Vaticano nomeia italiano Pietro Parolin para substituir Bertone

O Papa Francisco substituiu neste sábado (31) o número dois do Vaticano, Tarcisio Bertone, por um diplomata, o italiano Pietro Parolin, em meio a uma ampla reforma da Cúria. O anúncio foi feito pela Santa Sé em um comunicado oficial. Monsenhor Parolin, de 58 anos, foi núncio (embaixador do Vaticano) na Venezuela.
A gestão da Cúria — o governo do Vaticano — pelo cardeal Bertone, de 78 anos, tem sido frequentemente questionada. Ele foi alvo de ataques no caso do escândalo dos documentos revelados, o Vatileaks, acusado de má gestão e más escolhas.
"O Santo Padre Francisco aceitou (...) a renúncia de sua Eminência o cardeal Tarcisio Bertone", indicou a Santa Sé, explicando que ele permanecerá no cargo até 15 de outubro.
Aos 58 anos, Parolin é relativamente jovem nos escalões superiores do Vaticano o que, segundo os observadores, poderia contribuir para um renascimento no governo da Igreja. Ele trabalhou no México e Nigéria, e lidou com temas sensíveis, tais como as relações com a China comunista, o Vietnã e Israel.
O cardeal Bertone foi nomeado secretário de Estado em 2006 pelo Papa Bento XVI, com quem passou por todas as tempestades que a Igreja tem enfrentado nos últimos anos, principalmente os escândalos de pedofilia, o caso Vatileaks e a reforma das finanças do Vaticano.
Uma vasta reforma da Cúria é realizada pelo Papa Francisco desde a sua eleição em março. Várias comissões foram criadas com este intuito. Os principais objetivos desta reforma devem ser anunciados no início de outubro.
No entanto, é tradição que o novo Papa substitua, mais cedo ou mais tarde, o secretário de Estado nomeado pelo seu antecessor, e o cardeal Bertone já tinha ultrapassado o limite de idade, de 75 anos, geralmente em vigor para a aposentadoria de altos funcionários.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro