Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Papa Francisco decreta jejum



Papa Francisco fala durante o Angelus deste domingo (1º), na Praça de São Pedro (Foto: Tony Gentile/Reuters)Papa Francisco fala durante o Angelus deste domingo (1º), na Praça de São Pedro (Foto: Tony Gentile/Reuters)
O Papa Francisco pediu que as pessoas se unam a ele no próximo fim de semana em um dia de jejum pela paz na Síria. O pontífice convidou as pessoas de todas as religiões para se juntar a ele no sábado à noite, na Praça de São Pedro, no Vaticano, para evocar o "dom" da paz para a Síria, o resto do Oriente Médio e em toda região do mundo onde haja conflito.

Declarando "não mais guerras", Francisco condenou o uso de armas químicas, numa fala a dezenas de milhares de pessoas reunidas na praça neste domingo (1º).
Ele disse que o "mundo precisa ver gestos de paz e ouvir palavras de paz" e que só o diálogo, e não a intervenção armada, pode acabar com a guerra civil na Síria.
A vigília de oração de cinco horas de duração vai durar até a meia-noite.
Ataque americano
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse em discurso transmitido neste sábado ter convicção de que uma intervenção militar na Síria é necessária, após evidências do uso de armas químicas pelo país, mas afirmou que está buscando apoio do Congresso.

O presidente afirmou haver conversado com líderes congressistas e acreditar que o tema deva ser debatido. "Apesar de acreditar que eu tenha autoridade para realizar [um ataque] sem a autorização do Congresso, nosso país vai ser mais forte se nós fizermos [a discussão]", disse
.
Postar um comentário

Planeta Brasileiro