Sejam Bem-Vindos!

"É uma grandiosíssima calúnia dizer que tenho revoltas contra a Igreja. Eu nunca tive dúvidas sobre a Fé Católica, nunca disse nem escrevi, nem em cartas particulares, nem em jornais, nem em quaisquer outros escritos nenhuma proposição falsa, nem herética, nem duvidosa, nem coisa alguma contra o ensino da Igreja. Eu condeno tudo o que a Santa Igreja condena. Sigo tudo o que ela manda como Deus mesmo. Quem não ouvir e obedecer a Igreja deve ser tido como pagão e publicano. Fora da Igreja não há salvação."
Padre Cícero Romão Batista

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

COMO A IGREJA CATÓLICA SE POSICIONA QUANDO É DESEJO DE UM FIEL SER CREMADO? - POR PADRE JONAS LISBOA

O Catecismo da Igreja Católica repete o que está contido no cânon 1176 §3: "A Igreja RECOMENDA INSISTENTEMENTE o costume de SEPULTAR  os corpos dos defuntos; mas não proíbe a cremação, a não ser que tenha sido escolhida por motivos contrários à doutrina católica".

O Catecismo, depois de dizer o mesmo, explicita o que seria o motivo contrário à doutrina da Igreja: "A Igreja permite a cremação, se esta não manifestar uma posição contrária à FÉ NA RESSURREIÇÃO DOS CORPOS".

Fica clara portanto a preferência pelo sepultamento, que condiz mais com a crença na ressurreição futura.

A Igreja relaxou o rigor do Código anterior entendendo a dificuldade em se achar espaço em cemitérios principalmente das grande cidades.

Padre Jonas dos Santos Lisboa é colaborador dos portais "Catolicismo Romano" e ´"Rádio Italiana". Pertence ao clero da Administração Apostólica São João Maria Vianney. Cursou Filosofia e Teologia no Seminário da Diocese de Campos dos Goytacazes.  Responsável pela celebração da Missa Tridentina, na forma extraordinária em latim, do rito romano, na Capela de Santa Luzia em São Paulo. Email para contato:  contato@catolicismoromano.com.br 
Postar um comentário

Planeta Brasileiro